Relatos de uma au pair | Entrevista com Rayanne Cunha

Quem está entrando nesses planos para fazer um intercâmbio ama um bom relato. Quer saber sobre como foi a experiência e o que realmente aconteceu durante o programa. Por isso iremos mostrar uma série de entrevistas com relatos sobre o Au Pair, começando com a Rayanne Cunha.

E aí, pronta para saber mais sobre como foi o intercâmbio dela? Então vamos lá!

Como você ficou sabendo do au pair?

Através de uma amiga. Uma colega de trabalho dela falou sobre o au pair, então planejamos fazer o processo juntas. Uma curiosidade que aconteceu com a gente: nossa primeira entrevista foi com uma mesma família hahaha

O que te motivou a começar o processo?

Sempre quis fazer um intercâmbio para aprender inglês com duração de no mínimo 6 meses. Então o au pair foi perfeito pra mim.

Quanto tempo demorou da sua decisão até chegar na host family?

9 meses.

Como era o local que você vivia? A cidade, casa, seu quarto…

Fui para uma city em New Jersey. A cidade em si era linda, bem ruas e casas de filme mesmo. Tinha shopping e as famosas stores (Target, walmart, marshalls, CVS…) perto. Não tinha muitas opções de lugares para sair a noite, a não ser que fosse para as cidades vizinhas (20 min driving). Mas o lugar que eu morava ficava 1h de NYC, minha hosta sempre me dava o pass for free dela, então eu ia praticamente todos os finais de semana. Sobre meu quarto, não era grande, mas era muito fofo e aconchegante.

Ficava no basement, eu também tinha o banheiro só pra mim, então tinha bastante privacidade. Ahh a casa era lindaaa e grande! Fui para uma família de single mom e 3 meninas (6,12 e 13). Eu amava ter só garotas na casa, às vezes era uma coisa de loucoo (loucas), mas era uma delícia. Me sentia super confortável em usar qualquer tipo de roupa na casa, sem me preocupar com nada.

Meu schedule era super tranquilo também. As meninas iam e voltavam de bus da escola. Eu tinha um longo break durante o dia, então podia fazer qualquer coisa. Depois que as meninas voltavam da escola, eu dirigia elas para as atividades e depois fazia o jantar. E quando minha hosta chegava do trabalho, ficava off. Ahh só no summer que eu trabalhava e dirigia demaaais levando as meninas para camps, pool party etc. Fora isso, era de boaass!

Qual foi o seu maior desafio durante o intercâmbio?

Homesick e o inglês . Ahh, acordar teenager também foi um desafio, todos os dias.

Você teve algum rematch?

Não! Minha host family era maravilhosa. Inclusive estendi com a mesma.

Qual foi o momento mais marcante de tudo?

Ai que difícil! Teve vários… acho que vou escolher quando consegui entender uma música do Shawn Mendes na rádio inteirinha sem precisar consultar nenhuma tradução kkkk

Qual lugar você mais gostou de conhecer durante o au pair?

HorseShoe Bend e o Antelope Canyon. E claro NYC que eh minha city do coraçaauumm.

O que o programa realmente acrescentou na sua vida tanto pessoal quanto profissionalmente?

Além do inglês, claro, hoje sou uma pessoa muito mais confiante e independente. Se eu quiser sair e não tiver nenhum amigo/amiga pra ir comigo, vou mesmo assim.

O que você falaria para uma menina (ou menino) que começou o processo de au pair hoje? Alguma coisa que gostaria que tivessem te dito?

Tenha paciência e calma na hora de escolher sua host family. Tudo tem o tempo exato para acontecer. Vá sem medo. Sua família no Brasil estará te esperando caso queira voltar. Tem um mundo inteiro esperando para que você possa se aventurar, aprender e conhecer! 🙂

Gostou de saber um pouco mais sobre a experiência da Rayanne? Quer mais relatos do tipo? Conte para mim nos comentários!

Quer saber mais sobre o programa? Leia também:

O que é au pair? Será que realmente vale a pena?

Quais são os requisitos e benefícios de uma Au Pair?

Quais são as agências?

Anúncios
Marcado como: