Antes do Au Pair

Tirando a CNH para o intercâmbio de Au Pair – Demora e dificuldades…

Eu nunca havia pensado seriamente em fazer a minha carteira de motorista. Sempre achei que não teria coordenação motora, era perigoso demais e eu não tinha necessidade disso. Além de ser um gasto desnecessário, afinal, é muito mais barato andar de transporte público do que ter um carro. E se precisasse sair a noite o Uber está aí para isso…

Até que conheci o Au Pair e adivinha? O único requisito que eu não tinha era a CNH!

Comecei a correr atrás e após meses finalmente terminei a minha carteira de motorista. Neste texto vou mostrar um pouquinho de como que foi essa minha experiência, vamos lá:

Entrada na autoescola e exames

Após me enrolar alguns meses, pois não tinha a menor vontade de gastar com a CNH, finalmente fechei com a escola de condutores. Escolhi uma que tinha boas avaliações e era mais ou menos perto da minha casa.

Fechei a CNH B com exames, aulas teóricas, práticas e simulador, tudinho, por R$1400,00.

  • 03/10/2018 – Assinatura do contrato com a autoescola
  • 09/10/2018 – Exame médico e psicotécnico

Na autoescola foi tudo super tranquilo para dar entrada, após pagar a primeira parcela já peguei o papel para ir fazer os exames.

O exame médico eu preenchi todo um formulário sobre minha saúde e hábitos como bebidas, cigarros etc. A médica apenas fez um teste de vista e um de força e logo já fui aprovada.

O exame psicotécnico foi dividido em duas partes, parecia que todos estávamos fazendo uma prova. A primeira parte era com várias placas de trânsito e a segunda parte era de fazermos vários risquinhos alinhados e uma pausa quando a aplicadora falasse.

Também foi super tranquilo e já saí da sala com a papel carimbado de “apto”.

Aulas na autoescola

Foram duas semanas de aulas teóricas super tranquilos, inclusive conversamos sobre algumas reações que me ajudaram nas aulas práticas. No final estávamos todos nos dando bem e chegamos a fazer uma festinha no último dia.

Após as teóricas foram 5 aulas, 3 dias, de simulador. Apesar de muita gente falar mal e reclamar, eu achei maravilhoso. Não tinha a menor noção de direção então foi muito bom para aprender o que fazer quando sentar para dirigir.

Quando as aulas práticas chegaram eu fiquei totalmente surpresa, eu me senti super bem dirigindo e o tempo passava voando! Tive algumas frustrações com a embreagem mas de maneira geral aprendi muito facilmente (fiquei muito feliz com isso).

Meu único momento de pane durante as aulas foi um dia que uns cachorros de rua simplesmente foram para frente do carro latindo e eu não queria andar (o instrutor deu muita risada). Fui andando devagarinho e os dogs saíram, mas eu quase tive um ataque do coração.

As minhas aulas foram assim (em dezembro estava viajando então foi um mês extra por causa disso):

  • Aulas teóricas: 15/10/2018 até 05/11/2018 (Tiveram alguns feriados);
  • Simulador: 16/01/2019 até 21/01/2019 (Precisei adiar a última aula);
  • Aulas práticas: 04/02/2019 até 18/02/2019.

Exame teórico e prático

A prova de legislação demorou demais, a autoescola passou a data 15 dias depois de concluir as aulas e meu exame ficou para o dia 30/11, ou seja, 25 dias depois de terminarem as aulas.

O simulador não teve nenhum tipo de exame, era só cumprir as 5 horas obrigatórias mesmo.

A prova prática de direção foi o meu sufoco. Eu sempre achei estranho quando falavam que rodavam por nervosismo e por eu ser muito tranquila, nunca achei que fosse acontecer comigo.

Primeiro que minha prova foi no dia 16/04/2019 mais de um mês depois das minhas aulas. Então paguei um pacote de 6 aulas extras (R$270,00) nos três dias úteis antes da prova. A baliza e a garagem eu estava indo muito bem, mas no percurso até a última aula eu estava apagando o carro na hora de um retorno.

Chegou a hora da prova e eu entrei no carro e minhas pernas começaram a tremer demais, eu sabia que seria mais um ou dois meses de espera caso rodasse no exame. E não queria atrasar o meu intercâmbio por causa disso, o que me deixou sob muita pressão.

Entrei na fila dos carros, essa primeira parte em Manaus os examinadores não entram no carro, é tudo em um estacionamento e eles ficam olhando de fora. É um examinador diferente para cada etapa: garagem, baliza e percurso.

Enfim, demorei um pouco para ligar um pisca quando entrei na fila pois ainda estava muito longe. Quando cheguei no avaliador ele falou, quase gritando comigo, “você não ligou o pisca lá atrás, presta atenção, presta atenção!” E eu que já estava tremendo fiquei ainda mais nervosa.

Fiz a garagem tranquila e fui para a parte da baliza, era uma mulher como examinadora. Comecei a baliza e na hora de dar a ré o carro não ia de jeito nenhum e eu com medo de soltar a embreagem demais e acabar apagando o carro. Tentei várias vezes até que parei no neutro, fechei os olhos e respirei fundo várias vezes.

Tentei mais uma vez e finalmente foi para trás, a moça viu o meu nervosismo o tempo todo, não apressou nem nada, após eu conseguir só mandou eu seguir com a prova.

A parte do percurso era a que eu estava mais preocupada e foi a mais tranquila, não apaguei nenhuma vez e consegui fazer os dois retornos que tinha. Deu tudo certo!

Só que aqui eles não dão o resultado na hora e levou quase uma semana para eu realmente saber o resultado (quase tendo outro ataque de ansiedade).

E EU PASSEI DE PRIMEIRA!

Foi um sufoco de 7 meses mas no final deu tudo certo, menos de uma semana depois de ver o resultado eu já estava com a carteira em mãos e online no site da agência.

Seu exame foi um sufoco igual o meu ou foi tranquilo? Os comentários estão abertos para você!

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: