Dicas Durante o programa

Final de semana em Seattle: Roteiro, gastos e outras dicas!

A primeira coisa que me perguntaram quando falei que ia para Seattle era com quem. Sozinha? Você não tem medo não?

Então, acho que antes de qualquer aventura, por mais pequena que seja, bate aquele frio na barriga. Aquele questionamento se não era melhor ficar no quentinho da sua casa, sem gastos, sem preocupações.

Essa foi a primeira vez que viajei sozinha desde que cheguei aqui. Sem um grupo de tour, sem pacotes prontos e sem nenhuma motivação extra (além de querer conhecer Seattle).

Teve sim alguns momentos de medo e preocupação, mas no final deu tudo certo e adorei a experiência. Por isso vim contar mais para vocês e dar aquelas dicas que podem te ajudar na sua vez.

Vamos começar pela parte mais prática? O que fazer em Seattle?

img_6420

Roteiro

O meu roteiro foi bem puxado, tentei conhecer o máximo possível da cidade em um final de semana. Tudo isso tentando gastar o menos possível com transporte, pensa em alguém que caminhou dois dias inteiros!

Sábado

  • Kerry Park
  • Queen Anne neighborhood
  • Space Needle
  • Museum of Pop Culture
  • Pike Place Market
  • Hard Rock Café
  • Original Starbucks

Domingo

  • Lake Union Park
  • Underground Tour
  • Seattle Public Library
  • Museum of Flight

Eu decidi não subir na Space Needle pois o meu primeiro destino, Kerry Park, já tava uma vista incrível da cidade. A Original Starbucks é a primeira, o que faz o mundo inteiro querer ir lá.

Eu não gostei da minha visita no Lake Union Park, era bem sujo e deserto. Acredito que só vale a pena se você for visitar um museu que tem lá. Fora isso eu gostei do meu roteiro assim como está, principalmente com a Underground Tour e o Museum of Flight.

img_6532

Detalhes da viagem

Eu comecei a viagem mal: me perdi no aeroporto, desci na estação e me perdi procurando a parada de ônibus. Aquela parte da cidade tinham muita gente nas ruas encarando bastante e não tão amigáveis. Me senti insegura e pela primeira vez desde que cheguei aqui com medo de algo acontecer comigo.

Apesar da vontade de voltar pro meu quartinho (haha) entrei na primeira farmácia que apareceu e pedi uber para o meu primeiro destino.

A partir de lá foi só amor!

A vista do Kerry Park era incrível, aos redores da Space Needle mais incrível ainda. O Museu da Cultura Pop foi um dos mais interessantes que já fui! Quem gosta de Nirvana, Pearl Jam, universos fantasias, filmes de terror ou até mesmo Indie Games vai amar aquele lugar.

A caminhada no Pike Market é tradicional para conhecer Seattle e a passadinha na Original Starbucks para ver onde tudo começou (em Seattle tem uma Starbucks a cada esquina, juro haha).

A Underground Tour é muito interessante, eles contam toda a história de Seattle de uma maneira super divertida. Você faz um passeio por baixo da cidade, é um passeio que eu só descobri por indicação da minha Host Family e acho que valeu muito a pena. As tours saem de uma em uma hora e não são nada cansativas.

Já o Museum of Flight separe bastante tempo, uma tarde ou quem sabe até passar o dia por lá. O lugar é enorme e tem muita coisa para ver: Informações sobre missões para o espaço, sobre a missão para a lua, sobre as duas guerras mundiais, sobre a construção dos aviões….

É muita coisa mesmo, você pode entrar dentro dos aviões, assistir vídeos, ler e interagir bastante.

ee86c1a6-f2b8-4eed-abff-8a5c369605f6

Hospedagem

Acho que hostels são o tipo de hospedagem que deixa as viagens possíveis para as au pairs, afinal são muitos gastos. É um ambiente mais aventureiro, que permite conhecer pessoas e se hospedar por baixo custo.

A minha hospedagem foi no Green Tortoise Hostel Seattle, fiz a reserva em um quarto feminino que tinha três beliches. Super limpo e bem mais confortável que alguns outros hostels em que eu fiquei.

O Hostel em que fiquei era na melhor localização possível em Seattle, no centro da cidade e ainda bem na frente do Pike Place Market. Achei super organizado e não tive nenhum único problema.

E o melhor de tudo: era bem baratinho.

Os únicos poréns é que você precisa ter a sua toalha e coisas de banho, pois tudo é 1 dólar extra por lá. Além disso, por ter uma localização tão boa, também tem bastante barulho vindo da rua, tinha vários músicos por lá.

img_6609

Transporte

Você consegue ir para todos os cantos com ônibus ou trem, além de que no centro é super tranquilo para caminhar por tudo. O único momento que eu gastei com uber foi quando me perdi numa parte mais tensa da cidade e para voltar para casa voltando do aeroporto.

Gostei muito do transporte público de Seattle, a dica que eu dou é ter sempre o dinheiro trocado para os ônibus de Seattle, é U$2,75 a passagem e eles não dão troco.

img_6500

Gastos

Eu levei muitos lanches na mochila e evitei ao máximo gastar com comida. Foram bastantes destinos (e ingressos) na minha lista, então acabei gastando um pouco mais do que eu realmente gostaria.

Os gastos podem variar muito de pessoa para pessoa, para mim acabou sendo o seguinte:

  • U$146,00 passagem de avião San Jose – Seattle;
  • U$36,78 hospedagem no Hostel;
  • U$25,00 ingresso do Museum of Flight;
  • U$17,61 moletom de Seattle;
  • U$30,00 Museum of Pop Culture;
  • U$22,00 Underground Tour;
  • U$20,55 Uber do aeroporto para casa;
  • U$8,99 uber da estação de trem até o Kerry Park;
  • U$6,00 almoço no domingo;
  • U$15,00 ônibus e trens ao longo do final de semana.

Total U$327,93.

A passagem de avião eu tinha achado por um pouco menos (U$117), só que demorei algumas horas para comprar e acabou subindo. O Hostel eu reservei pelo Booking, quando pesquisei na internet no dia da hospedagem estava bem mais caro. Sugiro sempre reservar antes, garante o quarto e o bom preço.

O transporte também não foi muito já que caminhei horrores e mergulhei no GPS para lá e para cá.

Tá Carol, mas e o City Pass? Não era mais em conta que gastar tudo isso em tickets?

City Pass

O City Pass vale muito a pena se você faz questão de subir na Space Needle e pretende fazer o roteiro mais tradicional da cidade. Pagando U$99,00 está incluso o seguinte:

  • Space Needle
  • Seattle Aquarium
  • Argosy Cruises Harbor Tour
  • Museum of Pop Culture (MoPOP)   OU Woodland Park Zoo
  • Chihuly Garden and Glass   OU Pacific Science Center

No final acabei gastando um valor próximo com os ingressos todos (U$77), mas não passei na maioria dos lugares inclusos no City Pass.

Ainda tem alguma dúvida sobre essa trip para Seattle? Pode me chamar ou deixar nos comentários abaixo!

Veja também outras dicas de viagens por aqui:

Universal Studios Los Angeles | Weekend trip!

Cruzeiro pelo Caribe – MSC SEASIDE | Hey, Au Pair!

VIAGEM PARA CALIFORNIA | Letícia Santos

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: