Durante o programa

Conexão em Londres – Roteiro e Locomoção!

Quando viajamos para outros países é comum escolhermos vôos com a conexão um pouco mais longa para conhecer um pouquinho mais desse mundo gastando menos. Quando comprei a minha passagem para a Itália pensei nisso, já que a minha conexão em Londres era de 7 horas.

Eu fiquei muito receosa em não ser tempo o suficiente, só que na hora de voltar tive vôos cancelados e acabei ficando dois dias extras em Londres. No meio de todo o cansaço e estresse que tive decidi aproveitar a oportunidade e sair para conhecer a cidade icônica.

Eu saí do aeroporto Gatwick pelo meio dia e umas sete da noite eu já estava de volta. Então acabou sendo bem como seria uma conexão.

Eu já estava voltando para casa, sem muito dinheiro, então meu roteiro acabou ficando o seguinte…

Roteiro

O meu roteiro foi apenas para um dia, algumas horas, era possível eu ter feito tudo mais rápido e conhecido mais coisas ou mesmo mais devagar ficando mais tempo em cada lugar. Acredito que isso vá de pessoa para pessoa!

Eu dividi em três partes para ficar mais fácil, eu precisei de transporte público para o primeiro ponto, o resto todo era sempre caminhando. 

Acho que já comentei por aqui o quanto caminho nas minhas viagens haha…

Parte 1

  • Big Ben;
  • Palácio de Westminster;
  • Victoria Tower Gardens;
  • Lambeth Bridge;
  • London Eye;
  • National Theatre.

O Big Ben nada mais é do que aquela famosa torre do relógio que vemos em milhares de filmes ou qualquer cartão postal de Londres. Quando eu fui dei o azar de estar em reforma, mas mesmo assim foi muito incrível poder ver um pouquinho e andar ao redor do Palácio de Westminster!

big ben

Caminhando ao redor do Palácio você chega no Victoria Tower Gardens, uma praça bem bonita e cuidada, com bancos para observar o Rio Tamisa. 

img_8856

Caminhando pelo jardim cheguei até a Lambeth Bridge e atravessei para o outro lado em direção ao London Eye (aquela roda gigante que também faz parte do cartão postal de Londres). 

A visão de lá é incrível, sentei em vários bancos ao longo do caminho só para admirar a paisagem: Construções super antigas, poderosas combinadas com ruas charmosas e cuidadas.

img_8832

No London Eye estava uma concentração muito grande de pessoas, apesar de ser um dos principais pontos não quis ficar muito tempo ali. Fui caminhando de lá até o teatro nacional e valeu super a pena. 

Teve direito até a apresentação de artistas de rua, bazar de livros usados e aquelas tradicionais cabines de telefone vermelhas que sempre vemos nas fotos.

img_8889

Depois do teatro voltei para estação para seguir até o próximo destino…

Parte 2

  • Potters Fields Park;
  • Tower Bridge.

Confesso que nessa parte da trip eu fiquei bem perdida, saí da estação do trem e caminhei para a direção totalmente oposta do parque e da ponte. Depois de quebrar a cabeça um pouco com o GPS finalmente achei o caminho e cheguei lá.

img_8915

É um espaço bem legal para passar o dia e tirar umas fotos, achei muito legal que também tinham uns prédios super modernos por perto. Um contraste muito grande com a Tower Bridge.

img_8910

Parte 3

  • King’s Cross.

Como boa Potteriana que eu sou seria impossível eu passear em Londres sem passar pela estação King’s Cross. Mesmo que seja só uma estação de trem foi como um sonho realizado, ainda mais que tinha lugar para tirar foto e tudo o que é possível da série para vender.

img_8931

Foi o último destino por lá e pra mim valeu muito a pena, mas acho que isso é só por que eu sou fã, se não talvez seja mais interessante algum outro lugar.

Transporte

Além de caminhar muito como eu sempre faço, eu andei de trem e de metrô, Underground como eles chamam em Londres.

Comprar tickets separados por viagem não vale a pena em Londres, é muito caro mesmo.

Pesquisando depois da minha viagem descobri o cartão Oyster, nele você paga 5 libras e coloca créditos no cartão. Assim você paga só de acordo com os trechos e horários que você andar. 

Quando eu estava no Aeroporto de Gatwick eu fiquei muito tempo nas máquinas de tickets quebrando a cabeça com qual era a melhor opção para comprar. Como foi um passeio totalmente de última hora sem planejamento nenhum acabei pegando uma opção cara: DayTravelcard. Custou 36 libras, mas pude usar durante o dia inteiro em todas as viagens que eu fiz.

f081a511-6cb6-4909-b0ab-4889e95c75a0-6636-00000285e6d383f1_file

Separei aqui para vocês quais foram os meus trajetos com o roteiro que contei acima:

Gatwick Airport para o Big Ben

img_9243

img_9244

Big Ben para a Tower Bridge

img_9245

Tower Bridge para a King’s Cross

img_9248

King’s Cross para o aeroportoimg_9249img_9249

Uma dica muito importante para a sua locomoção: sempre baixe o mapa da cidade antes de ir. Assim mesmo sem internet você consegue acompanhar onde você está e em qual direção você está indo!

Alimentação

Praticamente não comi durante os passeios, fiquei só tomando a água que eu tinha enchido no aeroporto. Mas o que eu provei e acho que todo mundo tem que provar se vai a Londres é o Fish and Chips. Nada mais nada menos que batata frita com um peixe (enorme) e delicioso!

Então o meu passeio em Londres foi basicamente isso, gostei muito da cidade, me senti super segura e sem dúvidas nenhuma volto para conhecer mais quando houver uma oportunidade.

Ficou com alguma dúvida? Deixa nos comentários abaixo!

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: