Antes do Au Pair

Como foi ficar online com a Cultural Care | Hey, Au Pair!

Meu processo para virar uma au pair foi bem turbulento. Não tinha carteira, morava longe de tudo, tinha pouco inglês, todos aqueles obstáculos que a gente conhece bem. Deu problema com agência, deu problema com o visto, mas lá no finalzinho deu tudo certo.

Após meus estresses com a primeira agência (APC), eu marquei entrevista com a Cultural Care, voei para Brasília e comecei um novo processo.

No dia seguinte da minha entrevista a agência me ligou explicando que eu tinha 5 dias para finalizar o Application. Além disso eles estariam entrando em contato com todas as minhas referências para saber um pouco mais de mim.

Foi um período extremamente cansativo e frustrante, revisei todo o meu perfil no site da CC e conversei com todas as minhas referências. O problema é que o horário que eles podiam não era o mesmo horário que as meninas da agência tinham disponível, o que virou outra novela…

Eles me ligavam pressionando, eu falava com as referências, eles me falavam que não tinha visto e por aí vai. 

Em algum momento conseguiram confirmar e eu finalmente fiquei online!

Como já contei aqui, fiquei mais de três meses sem nenhuma família no meu perfil da primeira agência de intercâmbio. Então decidi não criar muitas expectativas e ir com calma. No dia seguinte tinha uma família me mandando mensagem!

Foi um alívio muito grande, pois ali confirmei que o problema não era eu e eu tinha sim chances de embarcar nessa aventura.

Na segunda-feira um agente da Cultural Care de Boston me ligou, perguntou como estava indo o meu perfil online e ficou disponível para qualquer dúvida que eu tivesse. Essa parte já estava sendo toda em inglês. 

Eu me senti muito feliz e as coisas pareciam que estavam andando muito bem, isso em menos de uma semana online. 

Conversei com a primeira família e tive outra conexão nesse meio tempo.

Foram três famílias no meu perfil no total:

  • A primeira eram três crianças, mas não fechamos por causa da minha experiência dirigindo (ou a falta dela haha);
  • A segunda host family fizemos vários skypes, um dia atrás do outro, em uma semana pediram o match;
  • A terceira família pediu conexão quando eu já estava com o match da segunda.

Eu poderia ter ficado muito mais tempo online e conversado com outras pessoas. Isso tudo foi em apenas alguns dias, foi tudo muito rápido. No fim deu tudo certo e valeu muito a pena!

Durante todo esse processo para ficar online e estando online, senti muito suporte por parte da agência. Apesar da pressão para enviar tudo para eles no começo, também foram muito rápidos em me retornar quando houve necessidade.

As dicas que eu daria para quem está vindo agora são bem simples:

  1. Respira fundo, você tem tempo para resolver tudo com calma;
  2. Deixa o seu application pronto antes da entrevista e pergunta antes sobre a disponibilidade de horários das suas referências;
  3. Conversa com quantas famílias achar necessário, sem pressa para dar match!

A minha experiência foi essa e fico muito grata que cada coisa aconteceu como aconteceu, mas saiba que isso pode variar muito de pessoa para pessoa. Se tiver qualquer dúvida pode deixar nos comentários, vou ficar felicíssima em responder!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: