Durante o programa

Vou estender meu intercâmbio! Como decidi isso?

Quando a gente tem aquele sentimento de estar perto de voltar pro calor da família e dos amigos a gente vai muito pelo sentimento e acaba esquecendo o principal propósito de ter vindo pros Estados Unidos.

Despedida no aeroporto de Esther - YouTube

Assim que o corona começou e eu senti que tudo ia ficar uma loucura, então eu decidi que compraria as coisas que eu queria e me prepararia pra avisar a família que eu não iria estender. Mas porque se o meu objetivo antes mesmo de vir era de talvez ficar nos EUA? Porque quando a gente sente saudade e se deixa levar apenas pelos sentimentos nós acabamos esquecendo o nosso principal objetivo, e era exatamente o que eu estava fazendo.

Por conta do corona, o contato com os amigos e família ficou muito maior do que já era e sentir que eu não estava presente fazia com que eu pensasse que na verdade eu estava perdendo aquilo tudo e precisava voltar (e por um lado estou perdendo um pouco, mas não é o fim do mundo). Quando a gente cresce, a gente precisa tomar decisões e as vezes é necessário abrir mão de certas coisas. Estar longe não significa que você está perdendo aquilo 100%, você pode se fazer presente de alguma forma e tudo bem.

Os papéis de extensão chegaram e eu avisei para a minha host family que eu voltaria pro Brasil, que por mais que eu ame eles eu precisava seguir em frente e realizar outros objetivos. Eles sempre me apoiaram muito e independente de ficarem triste por eu ir embora, eles estavam felizes pelo que eu decidisse pra minha vida.

Assim que conversei com eles e estava decidido que eu iria embora me senti muito mal (como eu não me sentia em meses!). Eu sempre fui uma pessoa MUITO decidida e toda vez que resolvia algo era aquilo e eu focava nisso, então por estar me sentindo tão mal vi que eu estava tomando a decisão errada. Eu ainda tinha alguns dias até o último dia de resposta pra agência, então decidi que não assinaria nada ainda até ter uma certeza.

Comecei a rever todos os meus porquês de voltar pro Brasil e os de ficar aqui e vi que na verdade eu realmente estava apenas indo pelo sentimento, que voltar não me traria muitos benefícios, mas ainda assim pensei em esperar e ver se eu teria uma resposta até o ultimo dia.

No penúltimo dia, eu tive a resposta que eu precisava e ela foi tão óbvia pra mim que eu realmente senti que tinha tomado a decisão errada e então resolvi conversar com a família no dia seguinte sobre ficar! A reação deles foi tão boa, eu me senti tão leve que tive certeza de que eu estava tomando a decisão certa agora! Terei mais um ano de au pair pela frente, mais um ano de conhecimentos, viagens, novidades e o principal pra mim, crescimento pessoal!

Голова за "бортом": что будет грозить водителю за пассажиров ...

E essa foi a minha história e não estou tentando convencer ninguém de ficar, eu só estou aconselhando vocês a pensarem, não deixem apenas o sentimento de saudade controlarem vocês, usem a razão, pesem as coisas e os porquês, tenham foco nos seus objetivos e sonhos. Nossa família vai estar sempre de braços abertos nos esperando, já os nossos sonhos, nós temos que correr atrás!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: