Antes do Au Pair

Dicas para o seu primeiro contato com as Host Families!

Cada vez que uma host family entrava no meu perfil era um turbilhão de emoções. Muita ansiedade, nervosismo e medo envolvido. Afinal, estamos conversando com estranhos os quais passaremos um ano inteiro morando juntos, não é mesmo?

Além disso também tinham aqueles sentimentos bons, aquele desejo imenso de ir logo para o intercâmbio com aquela host family dos sonhos.

Ano passado eu tive o meu processo de matching e este ano eu acompanhei o processo que a minha host family teve para encontrar a próxima au pair deles. A partir disso notei que algumas coisas precisam ser feitas e existe uma ordem que eu considero certa para isso.

Minhas dicas podem não ser uma verdade absoluta, mas eu te garanto que podem te ajudar muito para quando você estiver online!

Leia o application da família

Sim gente, por mais óbvio que pareça isso é muitíssimo importante. E não é só ler não! É anotar o nome e a idade de cada um. Pontos do perfil que vocês acharam importantes e até mesmo coisas interessantes que vocês poderiam conversar no Skype.

Por exemplo algo que as crianças gostam de fazer ou alguma coisa que você tem em comum com eles. Assim você demonstrará o seu interesse na família e também já consegue entender eles melhor. 

Mande um e-mail atencioso

Na Cultural Care conseguimos ver as informações de contato da Host Family ao aceitarmos a conexão. Após você ler direitinho o perfil da família e fazer as suas anotações, seria legal fazer o primeiro contato!

Além de interesse você irá demonstrar proatividade (e também não ficará ansiosa esperando o e-mail da família).

Escreva nesse e-mail que você ficou muito feliz com a conexão, algo que você tenha gostado sobre a família e pergunte se eles estão disponíveis para uma chamada de vídeo. 

Pergunte sobre as crianças

Uma das meninas que fez Skype com a minha host family não fez muitas perguntas relacionadas às crianças. Focou muito nos benefícios e acabou não demonstrando interesse nenhum pela família.

Você está indo cuidar dos filhos dessas pessoas, morar na casa deles e conviver com eles por pelo menos um ano. Então prepare bem perguntas e demonstre que você realmente se importa com eles.

Você pode perguntar sobre a rotina, o que eles gostam de fazer, quais são os maiores desafios deles e o tipo de educação que eles acreditam.

É super importante entender qual a visão da família sobre tecnologias. Se existe um limite de screen time ou mesmo se a criança pode assistir televisão. Para mim é extremamente raro usar qualquer coisa do tipo quando estou trabalhando com meu host kid.

Conte sobre as suas experiências

Deixe claro os tipos de experiência que você teve e como isso pode te ajudar quando você se tornar uma au pair. Conte histórias sobre atividades diferentes e criativas, bons momentos ou até mesmo situações de emergência e como você reagiu.

Eu por exemplo contei sobre as crianças que eu cuidei, como foi quando um aluninho meu se machucou e compartilhei um artigo sobre Educação Montessoriana, que eu havia escrito.

Entenda a dinâmica da família

É importante saber se o seu estilo de vida irá se encaixar com o deles. É legal perguntar sobre a alimentação deles, como que as refeições geralmente funcionam, o que as crianças gostam de comer, o que os pais gostam e de repente falar sobre algo que você gosta de cozinhar que poderia fazer para eles.

Pergunte também sobre o que eles costumam fazer no tempo livre deles, se gostam de sair, viajar, praticar esportes. E como a au pair deles se encaixa nisso tudo!

Outra coisa legal de perguntar é sobre além das crianças, se outras pessoas da família tem qualquer alergia ou restrições. 

Converse sobre benefícios

As meninas que estão nos grupos de au pair no Facebook ou acompanham os canais no Youtube sabem o quão importante é conversar sobre os benefícios. Não tem problema nenhum em querer saber como é o quarto, se vai ter banheiro privado, ter carro ou finais de semana off. 

O erro que muitas cometem é conversar sobre isso quando ainda não sabem nada sobre a família. Não demonstraram interesse nenhum, não passaram confiança ou criaram qualquer tipo de relacionamento.

Você estará fazendo uma troca, você pode perguntar sobre tudo isso que eu falei e mais um pouco, mas no tempo certo. Primeiro você conhece a família, entende se serão um fit legal para ti e depois entra no quesito dos benefícios para a au pair. 

Respira fundo, se prepara bem e tenha certeza que a família certa vai aparecer!

É isso meninas, gostaram do conteúdo? Compartilha com as amigas que estão online agora e vamos para os próximos passos!

Veja também: Curso de inglês com foco no au pair

Quer saber um pouco melhor como foi o meu processo de au pair? Dá uma olhada nesses outros posts:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: